OTAN Século XXI

Todos já estudaram sobre ela, já ouviram falar dela e durante a Guerra Fria ela era a salvação do mundo capitalista. Logicamente estou falando da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte), que com o fim da URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas) no início dos anos 90, teve o seu objetivo principal cumprido: Proteger a Europa capitalista, Canadá e EUA do Socialismo Soviético.

Agora o propósito da organização é outro, defender o “mundo” capitalista do terrorismo vindo do Oriente Médio, principalmente do Irã. Para isso, ontem (19/11),  em Lisboa, a OTAN aprovou a criação de um sistema antimísseis para proteger o continente Europeu de um possível ataque externo.Para aqueles que não entenderam do que se trata, falemos um pouco da história da Organização: Tudo começou em 1949, no pós Guerra, a Europa estava se reconstruindo com capital dos EUA que para não correr o risco de perder os seus investimentos, tratou de formar uma força militar para proteger os europeus de uma invasão vinda do leste.

Foi quando a Alemanha Ocidental entrou na OTAN, em 1955, que a URSS começou a temer uma retaliação por parte do ocidente e criou o Pácto de Varsóvia (união militar semelhante a OTAN, só que os representantes faziam parte do bloco socialista), que durou até 1991. Foi a partir desse pácto que o mundo inteiro percebeu que o medo que o capitalismo sentia do socialismo era recíproco.

Mesmo despois do fim do gigante vemelho, a Rússia continua exercendo uma forte influência no Leste europeu, e qualquer intervenção norte americana na região é vista com cautela por Moscou.

O novo plano de Obama pode representar algo inédito nesse século!

Durante o governo do republicano de George W. Bush, a OTAN havia planejado instalar 10 interceptores de misseis de longo alcance na Polônia, além de um potente radar na República Tcheca. Dois países que sofrem uma intensa influência política da Rússia. Além disso, tais misseis teriam capacidade para atingir algumas bases nucleares dentro das fronteiras russas. Acabaram não sendo aprovados, evitando uma crise diplomática desnecessária.

Obama, mostrando mais inteligência que seu antecessor, apresentou um projeto diferente e capaz de agradar gregos e troianos. Além disso, o plano atual é bem mais moderno: Serão conjuntos de bases marítimas e terréstres, além de unidades móveis, ambas usando apenas arsenais de médio e curto alcance, não representando ameaça para a Rússia e suas armas atômicas. E não acaba por aí, algo incrivelmente inédito e inesperado está para acontecer nos próximos dias: a mesma OTAN que foi criada para previnir um possível ataque, militar ou ideológico, soviético, vai pedir a cooperação da Rússia para ajudar a custiar os mais de R$ 460 milhões que deverão ser aplicados, por cada país membro da organização, no sistema. Para isso a Obama tentará convencer o presidente Dmitri Medvedev a utilidade do sistema para defender o maior país da Europa de um possível inimigo comum, o Irã.

Além de Medvedev, terão que convencer o primeiro ministro Putin, dono de grande influência política na Rússia

Para ter uma ideia, podemos fazer comparações, Rússia e OTAN juntas é o mesmo que uma união entre o Batman e o Curinga, Super homem e Lex Luthor, Homem Aranha e Duende Verde, He-man e Esqueleto, Mestre dos magos e Vingador, Chapolin e Tripa Seca e por aí vai; por favor, reparem que o heroi vem antes do vilão.

Vale ressaltar que tal união não está acontecendo atoa, os países do oeste europeu passam por um período de forte recessão, e a Rússia é um dos poucos países com capacidade econômica de ajudar a bancar a ideia. Mesmo assim, eu esperava uma cobertura maior da imprensa sobre o acontecimento. Vamos acompanhar como será a reunião com o presidente russo, que pode se tornar a união mais inesperada desde o pacto de não agressão assinado por Hitler e Stalin que culminou, pouco tempo depois, na segunda guerra mundial. Espero que a história não se repita.

 

 

Durante a Guerra Fria, o mundo respirava aliviado quando eles entravam em um acordo. Parece que a situação não mudou

Linkpédia:

G1 – Líderes da Otan chegam a acordo para escudo antimísseis, diz Obama
Folha – Otan aprova sistema antimísseis na Europa, diz Obama

Site Oficial – OTAN
Como funciona a OTAN

Anúncios

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: