Contrariando Todas as Expectativas

O FED (Federal Reserve) vai liberar mais de US$ 600 bilhões de dólares até a metade do ano que vem. Com dinheiro nos bancos, aumenta-se o crédito no mercado, os americanos compram mais, as empresas produzem mais e a economia americana volta a crescer.

Consequência: Surge a inflação de demanda nos EUA, o que as vezes é bom. Mas o preço do Dólar diminui em comparação com as principais moedas do mundo, inclusive perante o Real. Assim, os países exportam menos, importam mais do EUA e desacelera a economia mundial. Isso já foi abordado em um post passado (“O Dólar não Morreu”). Mas parece que o Brasil é mais forte que essa teoria, ou pelo menos o efeito ainda não foi sentido aqui.

Hoje, uma notícia muito boa foi dita pelo diretor do Departamento de Planejamento Desenvolvimento do Comércio Exterior da Secretaria de Comércio Exterior do MIDC, Roberto Dantas. Ele disse que as exportações brasileiras desse ano devem somar quase US$ 200 bilhões. Mesmos valores do final de 2008, que ficou marcado como o último ano antes da crise.

Contudo, as importações continuam altas. Importamos US$ 160 bilhões de janeiro a novembro desse ano. Alguém percebe o que fez as importações e exportações crescerem?

Nunca tantos brasileiros ficaram empregados, a classe média cresce a cada dia. O poder real de compra do brasileiro nunca foi tão grande. E como os nossos empresários e governo só fazem a parte deles pela metade, os produtos fabricados aqui além de estarem muito caros, ainda são uma porcaria. Logo, é só a classe média brasileira ter um pouco mais de dinheiro que  procuram por algo melhor e, naturalmente, recorrem aos importados.

A balança comercial, a diferença entre o valor exportado e importado, foi de apenas US$ 14,93 bilhões. Mas, pelo menos, é positiva.

Contudo, acho que esse é o sinal mais claro que demos para o governo planejar a mudança na matriz da exportação brasileira. Está mais que na hora do Brasil deixar de ser um país agro exportador, e passar a pensar em mais tecnologia do que a produção de sapatos e bens da agro indústria. Podemos muito mais que isso!

Linkpédia:

Governo prevê quase US$ 200 bilhões em exportações neste ano
Importações voltam a bater recorde e baixam saldo comercial em novembro

Anúncios

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: